ser III

21:24




Sou o paradoxo que não entendes.
Sou a mente que não se cala
mas da qual tu não ouves uma palavra.

Sou a mente cansada e perturbada
que ninguém quer ouvir
mas que, na verdade, nada tem a dizer.

Sou as palavras ainda por criar
mas que não fazem falta.
Sou o livro de poesia  esquecido na estante
que outrora foi considerado epopeia.

Sou o soneto perdido
que todos procuram sem o saber.
Sou o romance que ficou sem fim
para tu o inventares.

Só que tu não entendes.
E eu sou o paradoxo sem explicação,
Mas sou o paradoxo que gostava que percebesses.

Sou o paradoxo que não se explica a ninguém,
Mas sou o paradoxo que te deseja e ama
Todos os dias.

Sou um paradoxo,
Sei que o sou.
Mas sou o paradoxo que está eterna e tragicamente apaixonado por ti.

Carolina C.


You Might Also Like

0 Storms

Mensagens populares